Fim da operação “férias seguras”, juntamente com apoio à fiscalização sanitária

Fim da operação “férias seguras”, juntamente com apoio à fiscalização sanitária

A equipe de jornalismo da Rádio Criativa FM 87,9 esteve na Ponte do Rio Turvo, na tarde da última sexta-feira, dia 01 de fevereiro, onde estava acontecendo uma ação preventiva e direta, dando apoio aos fiscais da Prefeitura Municipal de Capitólio e Passos, realizando a operação férias seguras.

Quem conversou com nossa equipe, foi o Major Guilherme, da Polícia Militar.

“Nós da Polícia Militar rodoviária estamos aqui na rodovia na MG 050, próximo ao Turvo e aos Cânions também, estamos com duas atividades distintas, mas próximas, uma da outra.  A primeira delas é a atividade específica em apoio aos fiscais da prefeitura, que estão fazendo a parte de vigilância sanitária aos ambulantes que tem as barracas aqui nas proximidades da rodovia e concomitantemente estamos fazendo aqui na rodovia a operação férias seguras, que é uma operação desenvolvida pela Polícia Militar rodoviária em todo estado de Minas Gerais, nas rodovias sob responsabilidade dela e a MG 050 é de nossa responsabilidade. Estamos com efetivo considerável aqui na rodovia, justamente fazendo a fiscalização de todos os veículos que passam aqui pela rodovia. Nós verificamos não só a parte de documentação do veículo e do condutor, com etilômetro, havendo a suspensão de algum motorista com sintomas de embriaguez, sendo este um risco muito grande o trânsito hoje. A grande maioria das mortes nas rodovias são provocadas pelo motorista alcoolizado. Olhamos também, a questão de pessoas com mandado de prisão em aberto; veículos produto de roubo ou furto transitando pelas rodovias; arma de fogo irregular; drogas… enfim é uma é operação grande que a gente desenvolve em todo estado de Minas Gerais. O objetivo maior é oferecer mais segurança para as pessoas que transitam nessas rodovias, nesse período de férias que agora voltando às rotinas escolares. Estamos nas rodovias o ano todo, mas encerrando hoje essa operação “Férias seguras”.

Durante esta operação de apoio aos fiscais da prefeitura, foram apreendidos mercadorias dos “barraqueiros” que não tinham as documentações necessárias a venda dos mesmos.

Uma das barracas onde foram apreendidas as mercadorias, foi a do Márcio do queijo Canastra, que está na Ponte há dois anos, e quer encontrou no turismo uma forma de pagar suas contas e sobreviver.

Márcio reclamou da forma que foram abordados: “Eu e minha esposa e uma ajudante nossa, viemos trabalhar e fomos surpreendidos de uma forma muito desagradável, até então porque chegaram tanta viatura que até parece que a gente era bandido, que eu tinha droga, porque a gente vê isso na televisão. Foi um constrangimento o que aconteceu hoje, primeiro que nós não recebemos notificação nenhuma para não trabalhar e eu acho que tinham que ter o bom senso, e é verão agora, já que eles queriam tirar a gente, notificar, pelo menos fosse no inverno, porque como você fotografou, apreenderam toda a minha mercadoria eu tenho que pagar, eu paguei por elas, eu tenho nota, eles teriam que devolver para mim o que é meu!”

 

Compartilhar este post